Inbound Marketing VS Marketing de Conteúdo. Qual a diferença e qual o melhor para a sua empresa?

21 de janeiro de 20202
https://consultormarketing.digital/wp-content/uploads/2020/01/Marketing-VS-Marketing-de-Conteudo-1280x640.png

Com vários tipos de marketing, como marketing de influência, marketing de busca, marketing de conteúdo e o velho marketing tradicional, o mundo do marketing expandiu-se consideravelmente, causando confusão.

Muitas pessoas usam os termos inbound marketing e marketing de conteúdo com o mesmo significado.

É difícil culpar as pessoas por isso, pois ambas as estratégias compartilham o mesmo objetivo de atrair, envolver e converter leads em clientes para assim, aumentar as vendas e os lucros. Portanto, é fácil saber de onde vem a confusão.

Dito isto, as duas estratégias de marketing são conceitos diferentes, e você deve conseguir diferenciá-las, principalmente se as estiver implementando no seu negócio.

Para você empreendedor, é vital entender como os diferentes tipos de marketing realmente funcionam, qual é o correto para sua empresa, quais são as diferenças entre os tipos e se você pode ou não combiná-los para aumentar a lucrativamente da sua empresa.

Então, onde o inbound marketing é diferente do marketing de conteúdo? Para responder essas perguntas continue lendo este artigo até o fim.

O que é Inbound Marketing?

O HubSpot define o inbound marketing como um método para atrair pessoas, convertê-las em leads, transformá-las em clientes e depois encantá-las para que se tornem propagadoras da sua marca.

Vamos colocar desta maneira: em vez do estilo tradicional de interromper o que as pessoas estão fazendo para tentar realizar uma venda, o inbound marketing atrai o público com conteúdo gratuito de qualidade para só depois realizar uma venda mais segmentada e natural.

Os clientes geralmente não gostam de ser interrompidos com ofertas de negócios.

O inbound marketing faz com que os clientes encontrem você através de mídias sociais, mecanismos de pesquisa, promoções e download de conteúdos gratuitos, porque você está naturalmente fornecendo respostas para o que eles estão procurando.

Mas o inbound marketing não é exclusivo apenas dos esforços on-line. Também podemos incluir dentro do inbound marketing a produção de conteúdo envolvente para o universo off-line, participação em eventos, palestras e conferências que ajudem a construir a credibilidade da sua marca (desde que neste contexto off-line você não tente vender, vender e vender logo de cara, no primeiro encontro). É necessário antes gerar valor agregado para o cliente.

Se você ainda não entendeu o que é inbound marketing, deixe-me guiá-lo pelas quatro etapas do Inbound: ATRAIR, CONVERTER, VENDER E ENCANTAR.

1ª etapa: atrair

Atrair os usuários certos para o seu site. Os “usuários certos” são aqueles com maior potencial para se tornarem leads ou futuros clientes. Algumas das melhores maneiras de atrair usuários para o seu site são através de blogs, SEO e mídias sociais.

2ª etapa: converter

Os visitantes atraídos para o site são transformados em leads, coletando suas informações de contato. Uma das táticas típicas para obter o endereço de e-mail de um cliente é oferecer um conteúdo valioso que pode ser baixado após um cadastro, como e-books e webinários.

3ª etapa: vender

Transformando leads em clientes. Por email, telefone ou gerenciamento de relacionamento com o cliente através de CRM e outras ferramentas, você pode transformar os leads capturados em clientes e aumentar o faturamento.

4ª etapa: encantar

Esta etapa é o engajamento contínuo de visitantes, leads e clientes existentes, fazendo com que eles se encantem cada vez mais com a qualidade da sua empresa.

O que é Marketing de Conteúdo?

Existem muitas definições sobre marketing de conteúdo, mas aqui está uma que, na minha opinião, resume tudo perfeitamente: “O marketing de conteúdo é uma técnica de marketing para criar e distribuir conteúdo valioso, relevante e consistente para atrair e manter um público, e assim gerar ações lucrativas”.

Ele se concentra na criação de conteúdo excepcional e altamente relevante em diferentes canais, tanto on-line quanto off-line. As postagens no blog, e-books, infográficos, guias e vídeos que você vê frequentemente na internet e redes sociais são apenas alguns exemplos do “conteúdo” que as marcas criam, agregando valor à vida de seu público-alvo para assim iniciar um relacionamento com clientes potenciais.

Por exemplo, uma empresa de varejo que vende roupas para homens e mulheres e deseja aumentar o reconhecimento da marca entre este público. Essa marca pode utilizar o marketing de conteúdo para criar uma variedade de conteúdos sobre moda e estilo de vida (assuntos interessantes para o seu público-alvo).

Como mencionei anteriormente, hoje em dia, mais e mais pessoas não gostam de estratégias de marketing agressivas e ignoram muitas dessas propostas de vendas.

É por isso que o marketing de conteúdo se tornou a maneira preferida de criar e nutrir gradualmente relacionamentos com clientes em potencial. É uma estratégia incrível para criar confiança e credibilidade para uma empresa.

Qual é a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo?

O inbound marketing envolve, além da criação de conteúdos, o desenvolvimento de sites e máquinas de conversão e vendas (páginas de captura, páginas de vendas e automação de marketing) direcionadas para incentivar o público a executar ações como comprar um produto ou preencher um formulário.

Enquanto isso, o marketing de conteúdo se concentra apenas nos métodos específicos para criação e distribuição de conteúdos em vários canais.

Essa é basicamente a grande diferença entre eles.

O Marketing de conteúdo é apenas parte do Inbound Marketing?

A maioria dos profissionais de marketing considera o marketing de conteúdo como um componente dentro do inbound marketing, e é exatamente isso. Pessoalmente, acho que uma campanha de marketing de conteúdo eficaz deve incorporar outras táticas de inbound marketing para maximizar os resultados.

Enquanto o marketing de conteúdo centra-se na construção de relacionamentos por meio da produção e distribuição de conteúdo valioso, o inbound marketing é a “imagem maior” do quadro que usa vários conceitos e abordagens para inspirar um cliente a tomar uma ação de compra no momento certo.

Conclusão

Não é preciso dizer que o marketing de conteúdo e o inbound marketing têm um grande papel a desempenhar no mundo do marketing digital.

Se você tem dificuldades para criar sua própria estratégia de inbound marketing ou marketing de conteúdo, procure um Consultor de Marketing Digital.

Com um Consultor as chances de acertar na estratégia e poupar recursos é muito maior.

2 comments

  • Tati Crizan

    4 de fevereiro de 2020 at 13:24

    É sensacional direcionar esforços para o Inbound Marketing e quem reconhecer essa estratégia sutil e envolvente nos seus projetos conseguirá converter vendas de forma consistente e sustentável. Ótimo conteúdo!

    Reply

    • João Gabriel Eisenmann

      4 de fevereiro de 2020 at 14:29

      Legal Tati, que bom que gostou!! Soltei hoje no meu IGTV uma vídeo aula apresentando 9 métodos de Inbound Marketing para geração de leads! Confere lá: https://www.instagram.com/tv/B8JO1TOhqgL/

      Reply

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

INTERESSADO?Entre em contato
Vamos conversar sobre suas necessidades e objetivos para entender como uma
Consultoria de Marketing Digital pode te ajudar a alavancar seus negócios?
(11) 3803-8573
ACOMPANHE!Redes Sociais
Dicas, curiosidades, novidades e um pouco do dia a dia.
Interessado?Entre em contato
Vamos conversar sobre suas necessidades e objetivos para entender como uma Consultoria de Marketing Digital pode te ajudar a alavancar seus negócios!
(11) 3803-8573
AcompanheRedes Sociais
Dicas, curiosidades, novidades e um pouco do dia a dia.

João G Eisenmann | Consultor de Marketing Digital.

João G Eisenmann | Consultor de Marketing Digital.